Páginas

sexta-feira, 26 de julho de 2013

CONTO: MINHA ESPOSA COM MEU AMIGO


Relato agora o maior sentimento da minha vida.

Minha esposa, morena, 1,70, 68Kg, bumbum delicioso, somos casados a 7 anos, e sempre curtimos muito nossa vida sexual, com muita intensidade, e sempre fantasiando coisas, a tempos gostaria de inicia-la no swing, porem ela sempre negava, mas adorava fantasiar outra pessoa conosco, mas nunca falamos em nomes, até que um dia depois de uma transa ela me perguntou de um amigo que diziam ter um pau enorme e que realmente tinha, embora sempre bati punhetas pensando nele comendo ela, fiquei meio desconsertado por ser um amigo e não gostaria que acontecesse com um amigo, mas disse o tamanho aproximado para ela ,que espantou.

Porém sempre estavamos juntos e percebia sempre ele olhando a bunda dela, somos mesmo amigos quase irmãos, e isso sempre me dava tesão, até que um dia durante uma transa nossa revelei a ela que via ele secando a bunda dela sempre, e ela me perguntou?

-"E você tem ciumes?"

-"Ciumes não um pouco falta de respeito pela proximidade, mas isso me dava um tesão enorme"

-"Então vc gostaria de ver ele me fodendo?"

-"Já bati muitas punhetas pensando nisso e gozei muito gostoso, mas por ele ser meu amigo acho que não teria coragem, mas porque me pergunta isso?"

-"É que como vcs dissem que ele tem um pauzão enorme, e ficam fazendo propaganda dele, a gente sente tesão tambem né e já bati uma siririca pensando em nós tres"

Isso foi a gota de agua, não sabia se sentia ciumes ou tesão, mas não teria coragem de colocar isso em pratica com nosso amigo, com outro sim mas com ele não.

Ate que um dia, fomos para as praias do sul, e eu e ela transavamos constantemente, e em uma dessas transas ela disse, vai que ele bate na porta, e disse que não bateria porque não o convidei para a festa, e com certeza estava descansando, mas aquilo corroeu minha mente, e gozamos deliciosamente.

Já que queria ver minha esposa transando com outro, resolvi encarar e ser com ele mesmo, então fiz o convite para irmos a uma praia de nudismo ver como era, tanto ele qto ela não aceitou, com a desculpa de "acha eu pelada perto dele", e ele "vc ta louco eu pelado perto dela, ficou maluco". Ai tive que comecar a convence-los, naquele dia disse a ela:

-"Amor o que tem, vc não queria ver o tamanho do pau dele, talvez seja uma boa hora de ver sem usar?" e disse a ele:

-"Cara o que ela vai ver demais, um pau grande, acha que ela já não viu na vida dela, e o que vc vai ver demais, já ficaram tantas vezes de sunga e ela de biquini perto de vc, vai ver só o que o biquine cobria o que é demais e outra somos amigos o que tem vms lá ver se tem uma gatas boas pra gente ver tb", bom o dia passou, falei mais um pouco com ela e com ele, separados é claro.

Na manha seguinte ela mais afim de ir, resolvi propor denovo, ai ela disse:

-"Bom já que vc insiste, se ele quiser ir que vms" eu disse:

-"Bem se ele não quiser ir vms só nós dois então" ele respondeu:

-"Se pra vcs não tem problemas então vms"

Fomos para la, no inicio foi meio constrangedor para os dois, mas percebi que ela gostou do que viu e ele tambem aprovou o que viu de minha esposa, tomamos sol, brincamos na agua nos divertimos bastante. Voltando ao hotel fui ao quarto dele conversar um pouco enquanto ela tomava banho, batemos um papo, até que ele me disse:

-"Cara vc é louco fazer isso eu não tenho coragem"

-"O que foi, não nos divertimos, e o que tem viu o que, mais uma mulher pelada na sua frente"

-"Foi mas nunca vi a mulher de um amigo meu né."

-"Uai qual a diferença, ela é muito feia?"

-"Com todo respeito não, ela sempre foi muito bonita, mas ver assim nu, é diferente, vc não bate bem não, agora só falta perder o resto de respeito, vc não tem juizo"

-"Sabe que não é uma ideia ruim não, ela deve ter adorado seu pauzão."

-"Vc ta variando da cabeça some daqui, vai tomar o seu banho vai"

-"Vou mas vê se não bate uma punheta pra ela não heim."

-"Depois doque vc fez se bater tambem não vai ser nada demais"

-"Bate não vá la depois e coma ela então"

-"Some daqui seu fdp"

Sai de lá com a certeza de que se eu convidasse ele para foder ela ele não aguentaria e aceitava.

Chegando ao meu quarto, ela estava saindo do banho, e me falou:

-"Me levou para praia de nudismo, me deixou toda com tesão e não veio tomar banho comigo, to com uma vontade imensa de dar e vc saiu fora, tambem agora não vou mais te dar, o que foram conversar?"

-"Nada demais, falamos de tudo um pouco."

-"A duvido falaram de mim tambem aposto"

-"Claro que falamos, ele me disse que sou louco, me chingou me expulsou nada demais"

-"Porque ele te expulsou?"

-"Porque ele me disse que sou doido e um monte de coisas, e que agora só faltava eu perder o respeito de vez, ai disse a ele para não bater uma punheta pra vc senão ia perder o respeito de vez, ai ele disse que seria impossivel não bater, e eu disse a ele não bate não, va la e coma ela, ai ele me chutou"

-"Hum, sabe que não foi uma pessima ideia, não era isso que vc queria, me ver dando para outro, se vc permitir falar, acho que hoje depois de beber um pouco acho que até toparia, ele já me viu pelada mesmo, e eu ja vi ele tambem, dar uma metidinha naquele pauzão não era tão ruim, já que vimos tudo mesmo."

-"Bom vms jantar e depois veremos como tudo termina"

Fomos jantar, batemos um papo no barzinho do hotel, ficamos até altas horas, bebemos um pouco, nada fora do normal, principalmente eu para não perder a chance, e nos direcionamos aos apartamentos, convidamos nosso amigo para entrar e batermos um papo na varanda antes de dormir, e tomar mais alguma coisa do frigobar. Minha esposa como sempre tem sono antes da gente, foi tomar um banho, quando fui ao frigobar pegar mais umas bebidas, ela me chamou no banheiro.

-"Nossa to com um tesão enorme de vontade de te dar, manda ele embora logo, senão vou sair pelada aqui e te agarrar na frente dele mesmo, se bem que ele não vai ver muita coisa doque ja viu hoje"

-"Vc quem sabe, se ta com tanta vontade assim, talvez eu não de conta de vc hoje, porque não arrisca ter dois paus hoje?" não sei onde estava com a cabeça quando disse isso, a mulher ficou louca e já não sabia mais onde isso ia parar.

Voltei para a varanda e disse a ele:

-"Olha só, to achando melhor vc ir embora, porque minha mulher não esta muito certa da cabeça hoje não, e disse para eu te mandar vazar daqui, ela é capaz de sair do banheiro peladinha e vir aqui me pegar, de tanto tesão que ela está."

-"É melhor mesmo eu ir"

Ele se levantou e foi se dirigindo até a porta, enquanto eu ainda estava pegando as coisas na varanda para guardar e ir tomar aquele banho, quando ela saiu na frente dele de toalha, e disse:

-"Já vai indo, fica mais um pouco?"

-"Acho melhor não o dia hoje foi agitado e preciso descansar e renovar as energias", ai eu falei da varanda, enquanto ela ja tinha ido até a cama e se deitou.

-"Ta cansado de que, a gente tambem cansou pacas e ainda vou ter que dar conta dela, que já ta na cama esperando, e olha já ta sem toalha, amor pede a ele para ficar mais um pouquinho"

Ela se levantou nuazinha e caminhou em direção a ele e disse:

-"Fica vai posso te fazer relaxar um pouquinho"

Se aproximou bem dele olhou para mim e falei para ela:

-"Vai leva ele logo para cama e faz ele relaxar"

Ele relutou um pouco mas ela o agarrou pelo pescoço com a toalha e foi levando ele para cama, o colocou sentado na bera, empurrou seu peito para deixar e foi levantando sua camisa massageando seu peito, depois o virou de costas e subiu em cima da bunda dele e começou a fazer massagem nas costas dele, fiquei perplexo, com medo, tesão e uma pitada de ciumes, sentiu na beira da cama, deixe um beijo bem quente, coloquei a mão na bucetinha dela que estava fervendo e ela gemeu, eu disse:

-"Bem agora vc está relaxado pode ir se quiser" ele disse:

-"Vou mesmo senão vms cometer a maior loucura da nossa vida" ela retrucou

-"Vc não vai não, já começamos agora vamos terminar"

Ela virou ele de frente para ela, ele me olhou, fiz o olhar agora ou vai ou racha.

Esfregou a bucetinha dela no pau dele por cima de sua bermuda e disse"

-"Nossa como ficou duro, olha amor seu amigo, tá com tesão na sua mulher, olha que safado, será que vou aguentar tudo?"

-"Mas quem não tem tesão em uma mulher como vc, acaba com ele agora"

Ele ficou esfregando uns 5 minutos no pau dele por cima da bermuda que até molhou a bermuda dele, eu de pau duro ainda só assistindo, ai ela desceu puxou a bermuda para baixo , olhou bem nos meus olhos com uma cara de puta e assustada com o tamanho do pau, mas dava para entender, o que ela queria era saber se podia continuar, mas me viu num tesão sem tamanho, e pegou bem embaixou do pau dele, e começou a chupar, chupava que parecia que não ia parar nunca mais, então resolvi entrar em açao, enquanto ela chupava o pau dele na posição de 4, resolvi ir por tras e chupar sua bucetinha, a hora que ela sentiu minha lingua e meu dedinho na bucetinha e cuzinho, gemeu feito louca, agora sabia onde isso iria parrar, ou melhor não iria parar.

Apos tempo chupando o pau dele, e de ter gozado na minha boca, resolvi colocar meu pau na sua buceta e ela disse:

"Nao, não, minha bucetinha vai ficar com ele hoje, porque depois dele nem vou mais sentir vc, então vou te dar um premio, por esse momento maravilhoso, vc vai ficar com meu cuzinho."

Nessa hora o pau só não batia no queixo porque não tem tamanho para isso, ela se levantou, empurrou ele mais para cima da cama, e ele nem se quer tinha reação para nada, nem coragem para falar alguma coisa, parecia que estava em outro mundo, ai então subiu em cima dele, bem devagarinho, passou sua bucetinha pelo pau dele, levou ela na boca dele e disse para ele chupar, e fazer de mim um corninho pela primeira vez, e sentou de vez na boca dele, esfregando sua buceta na cara dele, e me chamou na frete dela para ela chupar meu pau, fiquei de pé, que delicia ver ela sentada na cara ele e chupando meu pau, foi ai que gozei e boca dela, que deixou respingar pelo seus peitos.

Então ela , mandou que eu ficasse lá tras para ver ela descendo com a buceta toda molhada pelo corpo dele até encaixar no pau, porque se era isso que eu queria ver, então tinha o direito de ver outro pau enchendo a buceta dela, e ela fez isso com maestria, foi descendo e rebolando, e foi encaixando bem devagarinho parecia que era para me provocar, bem devagar, e a hora que encaixou, gemeu, ele quase gozou e me disse:

"Viu seu corninho como é linda a buceta de sua mulher comendo um pauzão como esse, agora vê se levanta logo esse pau, porque senão não vai ganhar o presentinho meu, porque hoje vou realizar a sua fantasia de uma DP."

Ela estava adivinhando meus pensamentos, foi a visão mais linda que tive de toda minha vida, a buceta dela estava tão molhada que nem foi tão dificil engolir o pau dele todo, mas foi incrivel, e meu pau estava duro novamente, mas naquela hora só queria observar a cena maravilhosa, ela cavalgando, gemendo (e olha que ela não é de dar escandalo), se contorcendo, me perguntando se estava gostando, que ela estava adorando e que era só aquela vez, mas ela me amava, e queria tanto satisfazer meus desejos, nessa hora parece que meu amigo chegou de marte, começou a socar forte e mais forte na buceta dela que vestia seu pau, então virou de ladinho e socou mais um monte, enquanto eu já dava meu pau para ela chupar novamente, e beijava a sua boca as vezes, ai ele colocou ela de 4. do jeito que ela ama, e começou a socar cada vez mais forte e mais forte, que ela tinha dificuldade para respirar por causa de meu pau no boca dela, então ele anunciou o gozo, e ela parou e disse:

"Goza já não, amor vai embaixo de mim na posição 69, que quero chupar seu pau, vc chupar minha buceta e ele gozar dentro dela com vc chupando."

Não entendi muito, achei meio esquisito, mas já que estavamos lá naquela situação topei.

Entrei debaixo ela, ele voltou a socar bem forte, era maravilhoso, ela me chupar eu chupar ela e ver o pau dele entrar e sair da buceta dela bem de pertinho, então ele começou a gozar na buceta dela que dava para ver as veias mandando jato de porra dentro dela, logo a porra começou a sair da buceta dela, então sai de baixo, ela disse porque não ficou, tá com nojo de que, respondi:

-"Nojo não, gosto de sexo, amo vc, mas não curto porra de homem não, posso até ser corninho mas dai é outra situação" ela me disse:

-"Ta bem concordo, agora venha cá, enquanto eu vou limpar o pau dele e ver se fica de pé denovo vem comer meu cuzinho vem."

Ela deitou de peito entre as pernas dele e começou a chupar o seu pau, subi em cima dela, e comecei a enfiar meu pau no cuzinho dela bem devagarinho não era mais virgem, mas não precisa machucar tambem né.

Logo nosso amigo estava de pau duro novamente, então ela começou a escalada até entar no pau dele novamente, ficou olhando com seu cuzinho para mim e disse: "Vem amor vms ver se consigo", cheguei pertinho dei aquela olhada no cuzinho, uma chupadinha e comecei a enfiar, ela gemia dizia o quanto estava adorando, que estava esfolada, que queria mais, que ia morrer, gemia e grita, até que gozou, ela apertava meu pau com seu cu, e com certeza o pau do nosso amigo com a buceta, porque ela faz isso comigo direto é uma delicia, então ela tambem gozou na buceta dela e eu no cuzinho, nós tres gozamos quase junto, foi uma maravilha, ela caiu na cama toda suja de porra no cu e na bunda e cabou adormecendo, eu e meu amigo, fomos na varanda tomar mais uma, e quando ele foi embora ainda deu o pau para ela chupar mais um pouco, depois disso conversamos a respeito, mas não voltamos a repetir e nem sei se voltaremos.

Contatos pelo casasex1@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário